sexta-feira, 6 de setembro de 2013

#Resenhadacolorida - Trilogia A Rainha da Fofoca - Meg Cabot

Lizzie Nichols não tem a mínima idéia do que vai fazer da vida e está detonando o dinheiro da formatura em uma viagem para visitar o namorado que conheceu há apenas três meses, mas isso não é nada. O problema é que Lizzie não consegue guardar nenhum segredo, o que a coloca em situações delicadas, como ficar presa em Londres sem um teto ou dinheiro. Felizmente uma amiga está por perto para ajudar, mas ela estraga tudo outra vez. Lizzie está no limite e precisará provar que pode usar sua boca grande para algo de bom.

Esse é o 1° livro da série, e na minha opinião o mais engraçado. Lizzie é imatura, uma romântica incorrigível, e adora moda vintage. Gastou todo o seu dinheiro para ir visitar o "namorado" que praticamente não conhece. Durante três meses só se comunicaram por telefone, e Lizzie acha que ele é seu príncipe encantado. Com sua boca grande acaba causando muitas confusões, o que deixa o livro muito divertido.






Lizzie Nichols está de volta, sapateando nas ruas de Nova York e procurando por um emprego, um lugar pra morar e seu próprio lugar no Universo (não necessariamente nessa mesma ordem). O uso da palavra com M (Morar Juntos) de seu namoradinho Luke fez com que ela alegremente abandonasse os planos de dividir uma kitnet com sua melhor amiga, Shari, em troca de morar junto do amor de sua vida no caríssimo apartamento da mãe dele, na 5º Avenida. Lizzie foi parar em uma festa 0800 na sua área – com um vestido de casamento vintage – e um emprego de recepcionista no escritório de advocacia do pai do namorado de Shari. Então, a vida está boa… por agora. Mas quase que imediatamente, sua notável grande boca vai metê-la em confusão. No trabalho, ela está se tornando muito próxima da socialite Jill Higgins, futura noiva, inflamando a ira da problemática futura sogra de Jill. Em casa, ela cometeu o grandíssimo erro de falar a palavra com C (Casamento) para o averso-a-compromissos Luke. Mais uma vez a falta de emprego e de lugar para morar paira sobre a azarada e fofoqueira Liz – a menos que ela consiga descobrir um jeito de fofocar seu Felizes Para Sempre.

Lizzie finalmente encontrou o amor de sua vida, e esqueceu do ex namorado fracassado. Ela resolve ir para NY, e está em busca de um emprego na área de vestuário e um lugar para morar com Shari. Nada dá muito certo, e ela acaba trabalhando meio período em um escritório como recepcionista e na parte da tarde, ela consegue um emprego como restauradora de vestidos vintage sem remuneração em uma lojinha que está quase falida. Luke convida ela para dividir o apartamento luxuoso da "sogra" intragável. Mas Lizzie só começa a pensar em casamento, e com sua boca grande acaba assustando o namorado, que não pensa em casar tão cedo. 



A vida não podia estar melhor para Lizzie! Ela parece ter tudo o que sempre quis: conseguiu um emprego em Nova York, está fazendo aquilo que mais gosta trabalhando numa loja de restauração de vestidos de noiva e Luke, seu namorado gatíssimo e cheio da grana, finalmente a pediu em casamento.Mas por que será que Lizzie não consegue ficar satisfeita por estar a alguns passos do altar? Parece que ninguém está se importando com o que Lizzie quer fazer da vida! Só sua avó – com seu jeito peculiar –, suas funcionárias na Chez Henri e uma cliente celeb louca de pedra para clarear suas ideias e mostrar que seu futuro estava ali ao seu lado o tempo todo...

Esse é o ultimo livro da série, e não posso falar muito, senão vou revelar a história. A sinopse já diz o suficiente. O que eu posso dizer é que realmente me surpreendeu. O fim não era o que eu esperava, mas eu acabei amando. Essa série do gênero chick lit foi muito gostosa de ler, e recomendo a todas que gostam de um romance leve e bem humorado.




Nota: